Iniciar Conteúdo Principal

   SISP
SISP


O Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação – SISP, foi instituído pelo Decreto nº 1.048 de 21 de janeiro de 1994 e atualizado pelo Decreto n° 7.579 de 11 de outubro de 2011, com o objetivo de organizar a operação, controle, supervisão e coordenação dos recursos de informação e informática da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Federal, sendo facultada às empresas públicas e às sociedades de economia mista a participação no SISP, cujas condições devem constar de termo próprio a ser firmado entre os dirigentes das entidades e o titular do Órgão Central do SISP.

Consideram-se RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO o conjunto formado pelos bens e serviços de tecnologia da informação que constituem a infraestrutura tecnológica de suporte automatizado ao ciclo da informação, que envolve as atividades de produção, coleta, tratamento, armazenamento, transmissão, recepção, comunicação e disseminação.

O Ministério do Planejamento é o Órgão Central deste sistema e atua, por meio da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação - SLTI,  na normatização, gestão e coordenação das ações do SISP.

As áreas de Tecnologia da Informação dos diversos Ministérios e dos órgãos equivalentes às demais entidades do SISP, atuam como Órgãos Setoriais na implantação direta das ações e colaboram com a coordenação e desenvolvimento das políticas, normas e diretrizes do sistema.

As fundações e autarquias são classificadas como Órgãos Seccionais (vinculados aos Ministérios) pertencentes ao SISP e contribuem, no âmbito de sua atuação, na coordenação e no desenvolvimento programático, normativo e diretivo das ações de TI.

Como Órgãos Correlatos são classificadas as unidades desconcentradas e formalmente constituídas de administração dos recursos de tecnologia da informação nos Órgãos Setoriais e Seccionais.

A Comunidade do SISP está aberta para os servidores públicos integrantes dos órgãos do SISP e dos três Poderes nas três esferas do serviço público brasileiro.